Qual a razão de esconder a infância de Jesus?



18/09/2019
Você deve estar imaginando que a infância de Jesus não foi contada na Bíblia, mas na verdade o livro apócrifo de Pedro é que foi retirado da Bíblia e irei te contar porquê o livro foi retirado da Bíblia.
Há muitos erros na Bíblia e sou uma pessoa que gosta da verdade e mesmo que ela seja dolorida. Os responsáveis pela Bíblia, escolheram o que deveria e o que não deveria ira para a Bíblia, mas não colocar a infância de Jesus foi um erro grave e quem sabe um dia deva ser reparado.
Por que não colocaram a infância de Jesus? Na verdade, eles omitiram a vida de Jesus e por mais que seja difícil de entender o propósito de tal omissão, você irá entender a razão. Jesus foi uma criança como toda criança e tinha seus problemas com outras crianças e com os professores que o ensinavam. Por que eu estou revelando essa história para você. Pense no seguinte: Jesus era um homem bom, mesmo sendo criança era um homem bom, mas Jesus não aceitava erros por parte das pessoas.
Os padres quando leram o livro apócrifo de Pedro, sobre a infância de Jesus se deparam com uma verdade. Jesus não era igual como nos livros de Mateus e Lucas, Jesus tinha uma personalidade muito forte. Os padres queriam ensinar a vida de Jesus com sua ideologia de benevolência. Mas pense no seguinte Jesus não era uma pessoa totalmente controlada como aparece na Bíblia, Jesus tinha ideias muito fortes e audaciosas. 

Qual a razão de esconder a infância de Jesus?
Se ler o livro apócrifo de Pedro, vai ficar chocado com a rebeldia de Jesus quando era uma criança. Vou contar apenas duas passagens para você entender porque a infância de Jesus foi tirada a Bíblia;
Jesus brincava com algumas crianças em um telhado, quando uma delas caiu e morreu. As outras crianças correram e logo chegam os pais da criança morta. Eles acusaram Jesus de ter empurrado a criança do telhado. Jesus disse que não foi ele. Para provar que não foi ele, ele ressuscitou a criança para que ela dissesse a verdade. Pois a criança, recobrou a vida e disse que não foi Jesus, mas o medo o fez cair do telhado.
Uma outra história de Jesus criança, foi quando um professor estava ensinando o alfabeto hebreu para ele. O professor perguntou: diga o significado da letra Aleph, Jesus. 
Jesus, então perguntou: Se você me responder o que significa a letra beth, eu falo! O professor levantou o braço para bater em Jesus, só que a mão do professor secou e depois morreu.
José, disse a Maria, não podemos deixar Jesus sair porque alguém morre ou é fulminado. 
Em outras, histórias Jesus era bem parecido. Até mesmo na frente de rabinos. Jesus tinha conhecimento maior que eles inclusive um dos seus professores disse a José que ele não precisava estudar. Tinha todo o conhecimento da Torah. 
O link está aí para quem quiser ler. 
Hoje em dia, existe muita hipocrisia das pessoas em geral. Jesus era um homem igual a qualquer um, só que ele possuía um poder inimaginável, comparado a magia de Salomão. Podemos até discutir ser ou não ser verdade, pois não sabemos as verdadeiras histórias de Jesus. 
Então, se você achar muito com uma história da carochinha, não te repreendo, pois não sabemos o poder de Deus e nem os desígnios de Deus. O que quero dizer é que na visão de um padre seja ele os padres que juntaram os textos de Mateus, João e Lucas na Bíblia, não colocaram os evangelhos que eram dos apóstolos, inclusive de Maria Madalena e outros.
Então, não se pode afirmar o que é errado ou não. Por que omitir a história da infância de Jesus? Só para mostrar que Jesus era diferente dos homens, falava de amor e de amizade. E que quando era criança fulminava pessoas com uma simples palavra? 
A iniquidade é uma vergonha. Se Jesus fez isso, não acho que a culpa era dele e sim que todo ser humano erra ou comete um erro e imagine alguém que tenha esse poder de fulminar alguém. 
Hipocrisia. Imagine se você tivesse o poder de Jesus de fulminar com uma palavra alguém que te ofendeu ou te fez bullying? O que você faria? Qualquer um diria: eu não mataria por causa disso. Será? Será que você não faria a mesma coisa? As pessoas são hipócritas quando falam de si mesmas. As pessoas negam que desejaram mal a alguém, mas lá no fundo trucidaram com fogo do inferno, não é verdade ou estou mentindo?
As pessoas se tivessem o poder de Jesus, fariam a mesma coisa ou pior, não é verdade?
Outro dia, assisti a um vídeo em que um espirita dizia: vocês não podem entrar no vídeo do tal youtuber, porque ele xinga toda hora, isso não é coisa de Deus!
Isso se chama hipocrisia. Deus fez pior do que xingar ele mandou um dilúvio que trucido milhões de pessoas. Mas não quero entrar no mérito da questão apenas mostrar que xingar ou falar coisas erradas não é ser do mal e sim uma consequência do corpo carnal humano. Será verdade que esse espirita nunca xingou ninguém? Pode até ter feito coisas horríveis e não sabemos.
Por que estou escrevendo este artigo? Porque, as pessoas demonstram tremenda hipocrisia ao dizer que algo que nunca fez, ou que nunca xingou ou ofendeu alguém e no final estão mais sujos que pau de galinheiro.
Então, se Jesus julgou, nós também julgamos e condenamos da mesma forma, até mesmo pessoas inocentes. Quero dizer que se Jesus tinha esse poder quando ele cresceu aprendeu o lado bom de ser benevolente.
Jesus após, sair da casa de seu pai e sua mãe, foi viver na Índia, onde em revela seu conhecimento sobre o ideal de amar ao próximo. Jesus foi até o Tibete e pela Índia, e foi por lá que ele aprendeu as suas ideias sobre amar ao próximo que está na Bíblia. 
Antes de Jesus ira para a Índia, ele ficou um tempo com os Essênios onde viveu uma vida ascética, pois é aí que Jesus aprendeu sobre ser celibatário e ter uma vida ascética para evoluir espiritualmente. 
Então, essa fase nunca seria colocada na Bíblia, a infância, sua passagem pelo budismo e pelo hinduísmo, não seriam algo legal não acha? É óbvio que os padres omitiriam toda a vida de conhecimento de Jesus. Hoje as pessoas são privadas da verdadeira vida de Jesus Cristo, porque acharam que não era legal, mostrar Jesus perdendo a cabeça. 
Gosto de lembrar, que Jesus ficou muito nervoso ao ver o Templo de Salomão, ou a Casa do Pai, enfestada de mercadorias e materialismo, onde deveria ser um local de fé. Jesus provou isso várias vezes que não aceitava as ideias dos judeus fariseus. Jesus sempre foi Jesus desde criança e não vejo nada de errado em ter o livro de Pedro na Bíblia. Agora se as pessoas gostam de mentira, então estão no lugar certo.
Eu escrevo isto, porque o ser humano é hipócrita. Não estou me tirando fora do assunto, eu fui hipócrita na minha vida, mas hoje não me escondo das verdades que sei e nem fico dizendo que só amor resolve, pois estaria sendo hipócrita com você. Hoje, eu assisto vários vídeos de pessoas dizendo: que lindo o amor e somos humildes e somos a benevolência e não passam de hipócritas que no fundo são mais sujos que o mais porco dos porcos. Então, hoje muitas pessoas falam que são boas, mas será mesmo que são? Será você não tem pecado? 
Entenda, Jesus disse que existem pessoas que usarão suas palavras para enganar e hoje percebemos que as pessoas usam as palavras de forma a enganar as pessoas para criar uma imagem de santo do pau oco. 
Posso dizer que existiram poucos santos no mundo e sabemos quem são. E eles eram tão puros, mas ninguém pode dizer que eram santos desde crianças. São Francisco de Assis, era um homem que ninguém dava valor e depois quando se tornou cristão ele mudou e se tornou um santo. 
E sim é santo. Não podemos dizer que nós somos santos se não fazemos patavina para ninguém. Apenas ficar falando e não fazendo nada é a mesma coisa que o fariseu gritando na igreja.
Retirar o evangelho de Pedro, é querer esconder a verdade embaixo do tapete, é como o criminoso que esconde seu crime da polícia. Acho que antes da gente querer ajudar alguém temos que dizer quem nós somos, o que erramos. E não dar uma de que nós somos os anjos do pau oco.
Se Pedro sabia a verdade de Jesus, é porque Maria contou para eles. E isso é óbvio. E esconder das pessoas é uma forma de negar a humanidade de Jesus Cristo. Por que? Só porque é verdade? Tem vergonha do que foi? Um dos ensinamentos da Torah é o Teshuvá, quem se arrepende do que fez é uma pessoa justa consigo e com os outros.
Muita luz.

Você não é Deus!


Tive uma mensagem há alguns dias, e a mensagem foi essa: você não é Deus.
Depois veio a explicação: existe uma certa parte da população mundial que são levadas a acreditar que são Deus ou parte de Deus. O que é falso, se fosse verdade, o mundo não teria crimes ou corrupção. Todos seriam perfeitos e não haveriam imperfeições.
Dizer a ti mesmo que é parte de Deus, é falso, e manipulação da verdade. As pessoas que dizem que você seja parte de Deus, estão te enganando para transformá-lo em um hipócrita que vive a vida de Baal. 
Só filhos de Baal são  deuses, mas aquele Deus que é onisciente não são. Deus é onisciente e onipotente. Vamos dizer que o próprio universo é Deus, sendo assim se olhares  para o céu, verá o poder de Deus. Imagine o seguinte: estou aqui agora sentado escrevendo e você, está lendo do outro lado, nós dois vemos o mesmo Deus, mas você não me vê, e nem eu sei o que você está fazendo, mas o universo é o mesmo para mim e para você, se olhar para o céu verei as estrelas que você também vê. Isso prova que você não é onisciente como Deus e por consequência natural, você não é Deus.
Por que não somos Deus? Porque somos uma pequena parte, quase infinitesimal do universo, tão pequenos que não podemos nem influenciar todo o planeta. Por que Deus nos fez pequenos? Deus nos criou como parte de uma sequência de uma infinidade de pequenas centelhas de Deus. 
O que são centelhas? Centelhas são partículas, que se desprende do fogo e torna-se uma fagulha. Mas uma centelha pode queimar uma casa inteira feita de palha, pois para queimar basta o início. 
Deus nos trata como centelhas e gosta quando incendiamos a casa com nosso pequeno poder pessoal. Que a humildade é uma dádiva, saber que você é apenas uma centelha que pode ascender para Deus, é uma dádiva. Então, aquele que vive achando que é Deus, nunca ascenderá a nada, mas aquela centelha que pode causar um fogaréu, esse sim é um filho de Deus. 
Muita luz.

A quem Deus vê ao dar esmola?


Muitas pessoas acham que não dar esmola para um bêbado que irá comprar pinga, é um ato de solidariedade ou de evitar dar esmola a quem não merece. Se pensa desta maneira, estará agindo de forma errada. 
Tive uma mensagem há alguns anos sobre esse ato de escolher a quem dar minha esmola. Nunca dei esmola para bêbados e mães com crianças no colo. Até que um dia um anjo me disse: Deus não olha para quem dá esmola, mas se você deu a esmola.
Sempre achei que Deus castigaria quem recebesse a esmola injustamente, mas  depois dessa mensagem comecei a pensar de forma correta. Não se trata de dar esmola para alguém por causa da miséria ou da necessidade. Podemos ajudar a qualquer um, apenas ajudar,  Deus vê que você é bom e quer ajudar. Não importa o que seja. Até um abraço um beijo é uma esmola.
Muitas pessoas acham que não dar a esmola para o bêbado, não o ajudaria, pois ele iria beber muito mais. 
Você precisa entender a lógica de Deus: para Deus o fato de você dar alguma coisa a alguém seria mais importante do que a pessoa receber a esmola. Então, o bêbado não recebe a esmola porque é perdoado por Deus e sim você que deu a esmola. 
Então, essas ideias de que não deve dar esmolas é ruim, na verdade é falso. Deus apenas quer que você seja bom e samaritano.
Jesus nos mostra esse tema na parábola do Bom Samaritano.
A quem Deus olha a não ser aquele que faz com amor e com amor dá?
Entenda, somente as pessoas que fazem tudo por amor ao próximo são pessoas que tem um bom coração e que estão prontos para entender a verdadeira vida na Terra.  Amar não é só dar aos outros, mas fazer de si um exemplo aos olhos de Deus. 
Portanto, pense novamente sobre se escolherá a quem dar esmolas todos os dias. 
Muita Luz.

Baal Teshuvá


Eu estava quase acordando e escutei uma voz que me disse: Teshuvá.
Já havia ouvido este termo que significa: retorno ao judaísmo. Teshuvá significa arrependimento e a volta às origens. Eu irei explicar o que realmente seria um Teshuvá de uma forma que me foi ensinado. Teshuvá é a volta ao seu eu original, todas as pessoas são puras no nascimento e dependendo onde você nasce seu "eu original" se desviam de um homem perfeito, isto é, de um homem justo. 
Então, quando nascemos somos todos perfeitos e desejos, tentações nos moldam um novo homem, talvez mais pecador e menos voltado aos dons espirituais e longe de D'us.
Voltar ao seu verdadeiro "eu" quer dizer: voltar em reconhecimento a seu D'us. Por que fazer Teshuvá? O que isso nos torna mais fortes? O homem justo nunca peca e nem comete erros para se arrepender,  mas  o pecador é aquele que pode arrepender-se e tornar-se um verdadeiro Baal Teshuvá
Pense desta maneira: o justo não precisa se arrepender e nem por isso é tão bom, pois é aquele que se arrepende.
Muitas vezes aquele que se arrepende, terá muito respeito dos judeus ortodoxos, isso porque os justos nunca passam pelo Teshuvá, assim sendo muitos judeus ortodoxos nunca perguntam sobre a vida anterior ao arrependimento, pois aquele que se arrependeu perderá seu passado em detrimento ao seu novo estado como arrependido.
Gosto de lembrar duas parábolas que Yeshua nos premiou e delas podemos retirar os mais belos ensinamentos: 
1) Parábola do filho pródigo - Um pai tinha dois filhos e um deles pediu a ele parte de sua fortuna e partiu para outro país e lá sofreu os martírios da fome e da dor e quando sentiu saudade de seu velho pai retornou a sua casa. O pai de tanta felicidade ofertou roupas e comida farta, matou um novilho cevado e chamou a todos para uma festa. Quando o irmão chegou em casa percebeu a festa e a grande felicidade do pai. E ao vê-lo feliz disse: pai, o senhor nunca me ofereceu um novilho cevado para mim, por que hei de ficar feliz com a volta de meu irmão que viveu às suas custas com meretrizes e festas. Filho: quem vale é quem sempre ficou comigo e tudo que é meu é teu. Regozija-se, pois seu irmão reviveu e retornou da morte e estava perdido e voltou.


2) Parábola da ovelha perdida - Este recebe pecadores e come com eles. Yeshua propôs-lhes esta parábola: Qual de vós é o homem que, possuindo cem ovelhas e tendo perdido uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto, e não vai em busca da que se havia perdido até achá-la? Quando a tiver achado, põe-na cheio de júbilo sobre os seus ombros; e chegando à casa, reúne os seus amigos e vizinhos e diz-lhes: Regozijai-vos comigo, porque achei a minha ovelha que se havia perdido. Digo-vos que assim haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos, que não necessitam de arrependimento.» (Lucas 15:1-7)
Espero ter ajudado a entender o que é Baal Teshuvá e a importância do arrependimento e quão importante é aquele que se arrepende. Pode ser usado tanto pelo cristianismo como pelo judaísmo.
Muita luz.

Como Deus pode escutar nossas preces?


Um leitor do meu outro blog me perguntou: Como saber se Deus escuta os meus pedidos e angústias? O que posso fazer para que Ele escute?
Deus é onipresente, onisciente e onipotente. Se ele tem esse poder sobre nós ele sabe tudo que você quer e suas angústias. Deus não pode fazer nada sobre desejos pessoais ou mesmo desejos materialistas, pois para Deus esses sentimentos e desejos são frutos do ego pessoal e da própria sociedade.
Deus escuta todas nossas preces e orações e quer que aprendamos a entender que tudo é pela fé Nele. 
Então, faça o seguinte: agradeça tudo que tem, pois é uma dádiva de Deus. Sofrimento, tristeza e mesmo felicidade são dádivas para que nós compreendamos os nossos problemas. Se você começar a ter fé e não ficar pedindo, as coisas podem mudar. Aceitar algo é uma forma de mudança de pensamento, em vez de ficar reclamando, pois é negativo. Reclamar é algo negativo. 
Deus gosta de pessoas positivas, que pensam no lado bom das coisas, até mesmo algo ruim pode servir de aprendizagem, por isso se quer que as coisas melhorem, mude seu modo de pensar, seja positivo, tenha muita fé que tudo pode melhorar. 
Agora, exigir de Deus te escute é um coisa ilógica, pois ele é onisciente, onipresente e onipotente, e sabe o que cada um de nós sabe ou faz. Então, só peça mais fé, mais inteligência para lidar com seus problemas. Em parte nossos problemas são parte de nossos próprios erros e corrigi-los é uma forma de ajuda a nós mesmos. 
Vou dar um exemplo: parar de fumar. Quando a pessoa reclama que fuma e quer parar de fumar, a pessoa não quer parar porque é gostoso e prazeroso, ou um vício, mas podemos parar de fumar em segundos, pois é só mudar de hábito, e ser forte o bastante para mudar a si mesmo. Espero que este pequeno artigo, ajude a mudar tua vida, pois somos o que pensamos e podemos mudar nossos próprios caminhos com inteligência. Nem sempre Deus pode nos ajudar, mas nos dá o caminho da fé e da boa vontade para buscar novos caminhos e novos horizontes. Gosto de dizer às pessoas que a maior oração é o agradecimento e a frase: Hoje só quero dizer: obrigado, meu Deus por tudo! É muito mais poderosa que qualquer oração que existe! Se quer encontrar-se com Deus em pensamento comece por esta maravilhosa frase. Deus não gosta daqueles que procuram provas ou certeza, mas daqueles que fazem caridade e ajudam os outros seja em pequenas e grandes ações.
Muita luz

A quem Deus perdoa?


30/09/2018
Muitas pessoas se perguntam: será que terei meu cantinho no reino da luz ou do céu?
Sim, todos teremos, mas o que precisamos fazer para que esse lugar no paraíso ou no reino de Deus seja atingido?
Entenda, Yeshua explicou isso em sua vinda na Terra. Usando a parábola da ovelha perdida.
Um homem com 100 ovelhas viu que uma estava perdida. Então ele deixou as outras 99 no campo para procurar sua ovelha perdida. Quando a encontrou, ficou muito feliz, colocou a ovelha sobre seus ombros e voltou para casa (Lucas 15:4-6). Ao voltar, ele chamou os amigos e vizinhos para celebrarem com ele o fato que tinha encontrado sua ovelha perdida!Jesus disse que no Céu também há uma festa quando um pecador se arrepende (Lucas 15:7). A salvação de um pecador é maior motivo para celebrar que 99 justos que não precisam se arrepender.
Entenda, que Deus em toda a Bíblia explica de forma bem categórica e isto está descrito em várias partes do texto bíblico.
Quando Abraão pergunta para o Senhor:
Abraão aproximou-se dele e disse: “Exterminarás o justo com o ímpio? 24 E se houver cinquenta justos na cidade? Ainda a destruirás e não pouparás o lugar por amor aos cinquenta justos que nele estão? 25 Longe de ti fazer tal coisa: matar o justo com o ímpio, tratando o justo e o ímpio da mesma maneira. Longe de ti! Não agirá com justiça o Juiz[e] de toda a terra?
Entenda, se encontrar um justo, este será um homem digno de perdão, por isso Deus não perdoou Sodoma e nem Gomorra, pois as cidades caíram em pecado e assim foram destruídas por um cataclismo: a queda de meteoros em fogo. 
Esse evento realmente aconteceu, vi em visão pedras de enxofre caindo do céu e ardendo em fogo. Hoje arqueólogos encontram essas pedras de enxofre por todo local da cidade de Sodoma destruída. As pedras de enxofre são usadas pelos nômades a iluminar durante a noite fria e escura do deserto.






Então, a prova de que isso aconteceu de verdade é algo que não podemos duvidar. É claro que a ciência esconde de você, pois eles odeiam qualquer ligação com religiões ou mesmo com a própria Bíblia.
Eu vou dar uma ideia de como era Sodoma: não é bem o que as pessoas acham. Arqueólogos e historiadores, dizem que Sodoma e Gomorra era uma cidade onde todas as pessoas eram más. Eles adoravam deuses pagãos e faziam sacrifícios humanos, assassinatos, eram quase normal na cidade, sacrifícios de crianças, penas de morte assistidas  em público, onde existiam todo tipo de penitências. Uma das leis de Sodoma e Gomorra era que nenhuma pessoa que não fosse cidadão de Sodoma deveria ser morto. Por isso na Bíblia, os homens queriam matar os anjos de Deus. 
As punições por entrar na cidade eram algo que as pessoas gostavam de assistir: quer era cortando as pernas ou os braços e inclusive a cabeça. Fora todo tipo de crueldade! A sodomia era algo normal, bem como hoje em dia: pedofilia, zoofilia, prostituição, etc. Não quero aqui penitenciar ninguém, mas essas coisas são horríveis e não são coisas que o ser humano deva praticar.
Então, porque Deus escolhe alguns? Deus escolhe aqueles incorruptíveis e aos corruptos que se arrependem, pois esses serão parte dos justos.
Deus quer pessoas justas. O que é  ser justo? 
Uma pessoa justa, é aquela que reconhece tudo de forma equilibrada, não se perde na sua maneira de ver a realidade. Um justo entende todas as possibilidades sem ficar justificando conceitos pessoais. O justo, não é parcial. Não é aquele que julga em favor próprio ou de suas ideias pessoais. Nem todas as pessoas são assim. Julgar é tão difícil como ser honesto, pois não se pode usar o poder da justiça em favor próprio ou de outrem, achando que é justiça. Deus não perdoa aquele que se acha justo e comete injustiças.
Entenda, o planeta Terra é um plano carnal e não espiritual. Sendo que o castigo nem sempre será aqui, mas no plano espiritual.
Hoje os ditos "justos", agem na forma da lei, mas sempre em favor de alguma ideologia e nunca com o valor da verdadeira consciência da justiça. Hoje, existem bilhões de "justos" no planeta, mas para Deus esses são os "injustos", aqueles que serão julgados pelo uso do nome justo em vão.
Então, quem seriam os "justos" de Deus?
Seriam apenas 99+1!
Será que você é um desses 99?
Entenda, se não é,  que tal começar a entender o que é realmente ser um justo para os olhos de Deus? Tente entender, que o fato de sempre existir muito mais do que 99+1, é o que Deus espera de todos nós e não apenas 99! Sermos justos uns com os outros e não nos deixar levar pelas nossas próprias ideologias. Fazer o que é certo e não achar que o "certo" é o que achamos certo ou que as outras pessoas imaginam o que seria o correto.
Ser justo é difícil e gosto de usar o que Yeshua disse ao ser interrogado pelos farieseus:
O que você acha dos impostos cobrados por César ao povo judeu?
Yeshua disse: Que rosto está nesta moeda?
Todos responderam: Cézar.
- Então, dê a César o que de César e o que é Deus a Deus.
Yeshua foi justo e não incriminou César por cobrar mais impostos, pois a moeda que era cunhada na Judeia era feita por César, e quem cria uma moeda, ou a economia de um país, que dá segurança e paz: é de César, mas Deus cobra apenas o espírito e a justiça, e não impostos ou moedas.
Então, pense antes de julgar, será que está realmente sendo um justo?
Um dia houve um justo em Israel e os anciões foram até ele para conhecê-lo. E o justo não deu atenção a eles em nenhum momento e nem os chamou para sentar à mesa e nem entrar em sua casa. Então os anciões perguntaram: 
-Por que não entrou antes da mulher, pois você é o chefe da família?
O justo respondeu: eu sou o chefe da casa, mas não sou eu que limpo e cuida dos meus filhos e faz a minha comida.
-E por que você andava sem sapatos nas poças de lama?
O justo respondeu: eu não tenho dinheiro para comprar um sapato, então é mais fácil lavar o pé do que limpar o sapato.
-E por que você deu comida ao seu filho mais novo e não ao primogênito?
O justo respondeu: O meu filho mais velho consegue entender o que é não ter comida e a criança pequena ainda é muito pequena para entender.
-E por que enrolou a barra da calça quando andou sobre os espinhos no mato? 
O justo respondeu: porque a minha perna posso curar e minha calça rasgada teria que costurar.
-E por que não nos deus o pão de sua casa para nós comermos?
O justo respondeu: tenho pouca comida e não daria para servi-los.
-E por que quando vimos vocês rezando, por que as nuvens vieram para o lado dela e não de você?
O justo respondeu: porque é ela que dá comida aos pobres quando não estou em casa, mas eu dou dinheiro e não a comida pronta. Mas eu rezava contra os maus indivíduos e que não fizessem mau à ela e ela orava para que fossem para o bom caminho. talvez D'us queira alguém menos medroso e mais caridoso.
Eu fiz um resumo do texto, mas se quiserem ler por completo eu coloco o texto que é parte do judaísmo para ler.
Espero ter explicado para você o conceito de Deus para o perdão e quem sabe te ajudar a compreender o verdadeiro caminho da luz. Muitos dizem que são luz, mas a verdadeira luz é o conhecimento do caminho da justiça. Aquele que é justo sempre terá seu cantinho no céu. 
Por que ser justo? Não é coisa de religiões? Não, a justiça nos faz pessoas boas e conscientes da verdadeira paz e do verdadeiro conhecimento, muitos ainda acham que a espiritualidade é coisa brega, mas para Deus é a diferença entre ser bom ou mau.
O justo nunca se corrompe, e todos querem sua opinião. O justo é temido, porque não tem ideologias, mas busca a melhor opção. Para que ir para o inferno se posso ir para o céu?
Muita Luz

A parábola do homem gordo.


Fiz esta parábola para mostrar que a verdade de Deus também transforma uma pessoa,  neste caso o homem que lutava contra sua fome e sua saúde.
Yohanan era um rapaz muito gordo que sentia muita fome. Era uma pessoa cética e não acreditava em Deus e sentia muita necessidade de comer. Um dia quase morreu, sentiu algo estranho e um mal súbito que o fez temer a morte.
Então, sentiu-se compelido a dizer: Deus não quero morrer!
Neste instante uma voz disse a ele: leia a Torá e faça a mitzvot.
Por que ler a Torá e fazer os 613 mandamentos judaicos[mitzvot]? 
Ele não entendeu a mensagem, mas o medo de morrer o fez ler a Torá e seguir os 613 mandamentos da mitzvot. 
Para um homem que vivia sem um caminho, todas aquelas leis que deveria seguir sem pensar  ou mesmo sem discutir poderiam salvar a sua vida. Então, fez todos as mitzvots e fez o Yom Kipur, não comeu carne de porco, não comeu carne com sangue, nem comeu demasiadamente, apenas o que cabia na sua boca.
E a leitura da Torá fez dele um rabino e é chamado de Rabino Yohanam, pelo bairro onde mora e o que antes sofria por comer além da conta, se tornou uma lição de vida. Yohanan entendeu que a fé em Deus o fez entender que até o alimento que nós comemos é parte da nossa espiritualidade.
Deus me mostrou que o reconhecimento das mitzvots como parte de nossa vida além de ser um escola de vida é nosso alimento diário ou nossa dieta espiritual. Yohanam se tornou um homem magro e muito forte em sua fé e entendeu que a vida é feita de ações boas e de respeito ao nosso corpo como uma dádiva de Deus.
Deus me deu essa mensagem para que fosse passada de forma ao entendimento e compreensão que nossas doenças e nossos problemas que advém de nossos erros e quando seguimos as mitzvots de forma completa nosso corpo se torna uma conexão com Deus e assim purificado.
Por que seguir os mandamentos? 
Nosso corpo é constituído de 3 partes: a mente, o coração e o fígado.
Parece bobo dizer isso, mas posso explicar de forma para você compreender o que isso significa.
1)A mente, é a parte que lê e compreende a Torá falada e escrita.
2)O coração, é onde a Torá entra e conecta você com Deus.
3)O fígado, é a parte onde todo alimento do ego se localiza.
Então, quando você come além da conta é porque o seu ego está se inflando e transformado em gordura abdominal. Todo ego se infla e quando infla ele absorve mais gordura, porque sua mente não está viva na Torá e não tem reconhecimento de que o alimento deve ser consumido da forma correta.
As pessoas que não cumprem as mitzvot acabam por exceder em gordura abdominal e também inflam seu egoísmo e acabam por se perder nas impurezas da vida. Cumprir a mitzvot de forma correta é se manter com saúde espiritual e saúde corporal.  Afinal, não somos só corpo físico.
Ao pensar que tudo que comemos em demasia também é fora do propósito da igualdade. Desperdício é algo que não existe em Israel. Em Israel não se joga fora nem migalhas de pão e tudo é controlado pelo tamanho da sua boca.
Entenda, quando vamos comer algo pense em quantas pessoas passam fome no mundo e nosso papel de não desperdiçar a comida ou até mesmo comer demasiadamente é ruim para o bolso!
O povo de Israel passou muita necessidade em 40 anos de vida no deserto. E isso mostrou para o povo de Israel que a vida não é feita de desperdício. Pois só damos valor para a comida quando estamos com fome.  Então, Deus em sua sabedoria mostrou aos escolhidos de Deus como economizar a comida e nunca faltar.
Note, Israel está localizado em um deserto, um local inóspito e inclusive como a própria Torá nos ensina, fez com que Jacó saísse de Israel em busca de seu filho José e uma saída da miséria do deserto, e que depois migraram no êxodo para a Terra prometida.
Deus em sua sabedoria, fez o povo sair com Jacó para o Egito porque em Israel a fome e a sede estavam matando as pessoas. Então, Jacó saiu e depois foram feitos escravos no Egito. Mas a escravidão, ensinou ao povo de Israel o quão ruim ou não Israel seria a Terra prometida!
Se observarmos com cuidado, israel é hoje uma das cidades mais bem providas de água e alimentos no Oriente. Por que será? 
Por isso Deus me deu essa parábola que hoje ensino para você. Quem segue a mitzvot com frequência e entendimento, terá a verdadeira salvação. Isso porque os israelitas seguem as mitzvot sem discutir. Esse é o segredo do entendimento da Torá. 
Pois quem entende que tudo é a Torá, pois Torá significa ensinamento, instrução e retidão e não necessariamente só uma religião.
Nós sempre tratamos os livros sagrados como religião, mas na verdade eles são "escolas do entendimento", inclusive nos ensinam a comer, nos purificarmos e a fazer caridade, para enobrecimento do espírito!
Gosto de dizer: por que Israel hoje é um dos países mais evoluídos do mundo! Porque seguem as mitzvot sem perguntar e sem blasfemar! E o fato de seguirem este caminho, os fazem mais preparados até mesmo para a fome e a sede de um deserto desumano como para outros países.
Entenda que quando nós passamos a viver de forma correta e justificada, nós mudamos nosso destino. Por isso nosso país o Brasil é um país ruim de se viver com violência e corrupção. Isso porque nós não seguimos a verdadeira forma de viver e reconhecer o que é a verdade da mentira. O brasileiro é como o Yohanan antes de ler a Torá: comia mais que a boca, e seu corpo sentia o peso do ego de seus erros tanto espirituais como físicos também.
A iniquidade é uma forma de destruição da sua vida, muitos cantores que morrem usando drogas, acabam por destruir suas vidas em favor de suas necessidades egoístas do materialismo. A iniquidade também destrói sua vida.
Muita luz.
Espero que esta parábola lhe ajude a entender a vida de obter uma vida mais saudável.