Quem seriam os anjos caídos.


Muitas pessoas tem várias dúvidas sobre esse tema. E gosto de lembrar que as pessoas acham que anjos são entidades espirituais que seguem as leis de Deus. Na verdade, anjos caídos não seguem as leis de Deus, de certa forma são entidades rebeldes às leis de Deus.
Na verdade Lúcifer é o primeiro anjo caído, seguido por alguns que o ajudou em sua rebeldia perante às leis de Deus.
Lúcifer não seria maléfico, apenas não queria servir a Deus. A explicação é bem simples: trata-se do livre-arbítrio. Todos nós seres humanos temos o livre-arbítrio total, podemos fazer o que bem entendermos a hora que quisermos. Temos esse direito por viver aqui na Terra. Isso não nos faz anjos do Senhor e sim a representação de anjos caídos como Lúcifer.
Por que Lúcifer se rebelou? 
Todos os anjos não tem livre-arbítrio! Cada anjo segue a Deus em amor incondicional a Deus e não podem mudar nada que seja dito por Deus. As mensagens são levadas de forma unilateral. Não podem mudar nada que seja falado por Deus, nem mesmo mensagens trazidas por outros anjos a um ser aqui na Terra.
Por isso em meu artigo anterior, eu me referi a uma frase dita a mim: Ai de ti, se não escrever minhas palavras!
Esse tom imperativo é normal entre anjos que não sejam anjos caídos, ou mensageiros de Deus, jamais mude as palavras que recebeu tente ser o mais fiel possível. Não sei o que iria acontecer se não repetisse as palavras como ouvi. Até fiquei com muito medo de ter dito a frase de forma errada.
Os anjos caídos não precisam ser anjos, mas pessoas que estão em nosso planeta vivendo a vida na Terra podem estar em processo de descida ou apenas perdem seus postos no plano angelical e caem na Terra, e existem os que estão em ascensão.
Mas o ideal é não ter livre-arbítrio. Quem tem livre-arbítrio total nunca será um anjo no reino de Deus. Por que? Lúcifer prefere seguir seus próprios pensamentos e seus próprios caminhos e isso o torna livre. As maiorias das pessoas preferem viver livres. Muitos querem ser livres e amar a Deus, mas isso não existe. Ou ama-se a Deus ou a mamon. Não tem escolhas. 
Eu já tive várias visões em vários planos tanto espirituais e angelicais. Não me sinto um santo, não é isso, pois isso é possível a todos nós, basta você se entregar à sua espiritualidade. Quem vive na materialidade, nunca conseguirá entender o que é isso, e sempre irão dizer que nós somos malucos ou visionários.
Quando estamos em vida terrena, não podemos sentir a vida espiritual devido às nossas limitações pessoais e não por nossas limitações espirituais. Em mensagem, me disseram que todos recebem essas visões e mensagens. Não há distinções, mas só aqueles que se abrem espiritualmente é que conseguem interpretá-las ou sentir o chamado de Deus. 
Quem seria Deus? Uma entidade ou um ser super poderoso? Nada de entidade ou de algo super poderoso, Deus é o próprio amor ou o amor incondicional. Observe as pessoas que não acreditam Deus, não sentem amor, vivem em busca de poder e riqueza, para subjugar outras pessoas. Esse é o sentido escravocrata do livre-arbítrio total. 
Deus nos deu o livre-arbítrio para uma escolha: o amor incondicional. Quem ama incondicionalmente não vê o invólucro, não vê lado espiritual, apenas ama, mesmo que seja de forma sem juízo, como muitos dizem de amor juvenil.   
Deus prefere o amor de uma criança, pois esse amor é quase angelical, muitas crianças tem um perfil angelical e com o tempo vão perdendo e tornando-se mais carnais e de livre-arbítrio total.
A ideia de Lúcifer é boa, não é ruim, mas ela não apresenta o amor incondicional. a diferença entre o amor de Lúcifer e Deus, é o amor total e unilateral das leis de Deus. Sem pestanejar sem mesmo discutir devemos seguir essas leis. Por que seguir cegamente as leis de Deus? Por que são leis de amor incondicional, nada de amor para satisfazer as sensações como a maioria dos anjos caídos gostam, na verdade o que importa para um anjo de Deus é seguir essas leis. A amor a Deus é uma forma de seguir a Deus, e respeitar o que foi dito ou enviado. Anjos não pensam o que devem dizer apenas são mensageiros e isso basta.
O Lúcifer gosta de ficar discutindo o que vai fazer e o que deseja fazer, e adora tirar a sorte para saber o que vai acontecer. Essas características ligadas às sensações de prazer e de fantasias, são características do lado luciferiano. Anjos caídos adoram informações ou coisas para mudar algo que já está pré definido pelo universo. Gosto de dar o exemplo do aborto: muitas mulheres preferem o aborto do que buscar outras soluções como usar precauções para a gravidez, preferem a escolha mais fácil que é retirar a criança, na verdade um infanticídio. Pilulas do dia seguinte, camisinhas femininas, etc. Não há necessidade de matar uma criança só porque é seu direito. Na constituição federal, a vida é iniciada na gravidez e já dá o direito de vida a qualquer criança. O fato de escolher o aborto é livre-arbítrio total. Além do aborto ser uma medicina ilegal torna o aborto perigoso para a vida da mulher. Sabemos que o sexo é gostoso, prazeroso, mas devemos ter responsabilidade, pois você gostaria que sua mãe te abortasse?
Mas o luciferianismo é um forma de enganação que as pessoas tem sobre as outras pessoas, o seu direito de alguma coisa termina no meu. Nem sempre o livre-arbítrio não lhe dá o direito de matar outra, e pior ainda uma criança. Nada devemos matar em detrimento de nossos direitos de livre-arbítrio. Como escrevi seu direito termina em você mesmo[a]. Por, isso aos poucos os direitos ao livre-arbítrio total vão se tornando impossíveis, pois a cada ano que se passa as pessoas diminuem seus direitos ao livre-arbítrio total. A tendencia mundial será a abolição ao livre-arbítrio e quando isso começar o planeta passará ser menos um planeta de regeneração espiritual.
Os anjos caídos são uma forma natural que Deus também nos deu, não se trata de algo errado, e sim uma forma de ensinamento para espíritos em evolução, mas torna-os menos evoluídos.
Lúcifer teria mais poder na Terra do que nos céus, pois a Terra é um planeta de livre-arbítrio e assim será por anos até que o ser humano se regenere e opere a abolição total do livre-arbítrio.Um exemplo de livre arbítrio que gosto de relembrar é a história de Adão e Eva. Ela é um exemplo didático de como nós nos tornamos anjos caídos. Deus recomendou aos dois: não comam do fruto do conhecimento, que os matará. Na verdade, o conhecimento, fez a bomba atômica, as usinas de Chernobil e Fukushima, fez a Segunda Guerra Mundial, e provavelmente fará a terceira, isso porque o ser humano não respeita suas próprias capacidades, e cria a própria tumba que irá usar.
Esse é o livre-arbítrio uma faca de dois gumes, ajuda e mata ao mesmo tempo. Se o homem usasse menos o livre-arbítrio o planeta estaria em outro grau de evolução. Mas para Lúcifer e os anjos caídos isso é uma mera formalidade.
Poderíamos viver sem o livre-arbítrio total? Claro, não precisamos dele e ele só destrói nossa capacidade de sermos mais felizes. O livre-arbítrio é uma desculpa para justificar a própria destruição, à morte, a guerra e as atrocidades humanas.

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »

Os comentários serão publicados: que não possuam xingamentos, desrespeito, qualquer difamação ou comentarista ou ao autor do blog. Se você quer respeito de suas opiniões respeite a das outras pessoas. EmoticonEmoticon